Clique na figura ao lado ou no título acima para acesso aos filmes listados abaixo através de link externo. Nenhum destes filmes fazem parte dos arquivos deste site.

1) "Trumbo-A lista Negra" - Filme de 2016. Um bom filme para assistir nestes tempos de macartismo jurista no Brasil. Assim como o senador McCarthy foi para o lixo da História, assim também vai acontecer com Moro e seus comparsas do judiciário. "O longa conta a história de Dalton Trumbo, um roteirista de sucesso nos tempos de ouro de Hollywood, mas como membro do partido comunista americano foi considerado uma ameaça e colocado na famosa lista negra americana, que tinha nomes de milhares pessoas que trabalhavam no ramo do entretenimento e por seu envolvimento subversivo e antiamericano estariam colocando sutis propagandas comunistas nos filmes hollywoodianos. Injustiçados, esses profissionais foram presos e depois impedidos de continuarem trabalhando no ramo. Trumbo foi um dos que se rebelaram contra esse sistema, e através de uma série de pseudônimos continuou escrevendo para os estúdios cinematográficos, recebendo até um Oscar por um de seus scripts, ironizando de vez a lista negra dos EUA. O filme conta toda essa trajetória do polêmico e corajoso Dalton Trumbo, mostrando seu envolvimento, mesmo na sarjeta hollywoodiana, com obras-primas do cinema como Spartacus (1960), Êxodos (1960), A Princesa e o Plebeu (1953)." Detalhes técnicos: Data de lançamento: 28 de janeiro de 2016 (2h 04min) / Direção: Jay Roach / Elenco: Bryan Cranston, Diane Lane, Helen Mirren / Nacionalidade: EUA"

Please reload

Clique na figura ao lado ou no título acima para acesso aos filmes listados abaixo através de link externo. Nenhum destes filmes fazem parte dos arquivos deste site.

1) "Trumbo-A lista Negra" - Filme de 2016. Um bom filme para assistir nestes tempos de macartismo jurista no Brasil. Assim como o senador McCarthy foi para o lixo da História, assim também vai acontecer com Moro e seus comparsas do judiciário. "O longa conta a história de Dalton Trumbo, um roteirista de sucesso nos tempos de ouro de Hollywood, mas como membro do partido comunista americano foi considerado uma ameaça e colocado na famosa lista negra americana, que tinha nomes de milhares pessoas que trabalhavam no ramo do entretenimento e por seu envolvimento subversivo e antiamericano estariam colocando sutis propagandas comunistas nos filmes hollywoodianos. Injustiçados, esses profissionais foram presos e depois impedidos de continuarem trabalhando no ramo. Trumbo foi um dos que se rebelaram contra esse sistema, e através de uma série de pseudônimos continuou escrevendo para os estúdios cinematográficos, recebendo até um Oscar por um de seus scripts, ironizando de vez a lista negra dos EUA. O filme conta toda essa trajetória do polêmico e corajoso Dalton Trumbo, mostrando seu envolvimento, mesmo na sarjeta hollywoodiana, com obras-primas do cinema como Spartacus (1960), Êxodos (1960), A Princesa e o Plebeu (1953)." Detalhes técnicos: Data de lançamento: 28 de janeiro de 2016 (2h 04min) / Direção: Jay Roach / Elenco: Bryan Cranston, Diane Lane, Helen Mirren / Nacionalidade: EUA"

Please reload

Escolha o vídeo clicando no seu título.. Nenhum dos vídeos fazem parte dos arquivos deste site. Ele apenas remete a links externos.

0.1) Adeus Lenin (2004)  -  Direção de Wolfgang BeckerDevido ao título Adeus, Lênin! muitos podem pensar que o filme é uma crítica ferrenha ao socialismo, porém não é isso que ocorre, muito pelo contrário. O roteiro, escrito por Becker e Bernd Lichtenberg, dá destaque à censura que ocorria na Alemanha Oriental, como na cena onde pessoas são presas apenas por estarem em uma passeata, mas também aborda a falsa liberdade que o capitalismo proporciona, exemplificado no momento que Alexander é expulso de uma empresa de refrigerantes apenas por estar filmando a fachada do local, além de ser colocado para fora de um banco após tentar reivindicar seus direitos. 

1) Z (1969)

Filme do cineasta grego Costa-Gravas. Em grego, Z quer dizer: ele vive. Costa-Gavras é conhecido por fazer filmes políticos.O assassinato real de um político liberal (Yves Montand), cometido como se fosse um acidente, é retratado no caso Lambrakis. Fato acontecido na Grécia no início da década de 60, a investigação sobre a morte do político de visão socialista foi escandalosamente encoberta por uma rede de corrupção e ilegalidade na polícia e no exército.

2) O Poço (2019)

Filme espanhol de 2019 do diretor Galder Gaztelu-Urrutia. "Num primeiro olhar, a torre é o próprio simbolismo do capitalismo: a desigualdade, a divisão da sociedade em classes como um funil que vai retendo a riqueza nas classes superioras, restando apenas migalhas para a base social. Dessa forma, O Poço se uniria a uma tendência atual de produções cinematográficas que exploram o tema da esigualdade e luta de classes: Parasita, Coringa, Bacurau etc. Mas O Poço é um filme essencialmente religioso. Ou melhor, da absoluta inutilidade da religião como saída para a humanidade encontrar respostas para aquela condição humana descrita acima. .... É um filme repleto de referências, alusões e simbologias sociais, políticas e religiosas. E com um final enigmático que faz você se perguntar: “perdi alguma coisa?”. 

3) O jovem Marx (2016) 
Filme de 2016 do diretor haitiano Raoul Peck, o mesmo diretor do documentário "Eu não sou seu negro". "Raoul Peck contou com a colaboraçao do roteirista francês Pascal Bonitzer, sendo a história concentrada nos anos 1843-1848. O período termina com a redação do Manifesto Comunista, que defende uma concepção dialética da história e estabelece as bases para um movimento operário internacional unificado. Na época, com pouco mais de 20 anos, Marx conheceu em Paris Friedrich Engels, o filho de um industrial de Wuppertal, que trazia consigo uma rica experiência da Inglaterra. Em Manchester, seu pai tinha uma tecelagem. Marx e Engels ficaram amigos. Junto a Jenny, esposa de Karl Marx, os jovens desenvolveram o Manifesto Comunista. O texto deveria reunir tudo o que os três consideravam importante observar numa época de grandes mudanças sociais."

4) Leões e cordeiros (2007) 
"O filme de Roberto Redford pode receber várias ressalvas, mas tentar reduzir sua mensagem a um mero panfleto contra a guerra chega a ser ofensivo. “Leões e Cordeiros” é cinema engajado explícito. O cineasta entende que é preciso despertar a juventude estadunidense para a situação lamentável em que se encontra seu país, .... governado por um bando de demagogos fundamentalistas que se enfiam de cabeça em qualquer aventura bélica que gere lucros para quem os financia e arrastam a opinião pública junto via mentiras e distorções publicadas na imprensa serviçal. Para isso, Redford constróium roteiro que divide a ação em três tempos narrativos que não se cruzam, mas se relacionam tematicamente."

5) O Jardineiro fiel (2005) -  Filme com direção do cineasta brasileiro Fernando Meirelles. "Baseado no livro homônimo de John Le Carré, “O Jardineiro Fiel” conta a história de Justin Quayle  (Ralph Fiennes), um diplomata inglês que apaixona-se por Tess (Weisz), uma moça que ao contrário dele nunca está disposta a aceitar passivamente as mazelas a sua volta. Quando mudam-se para o Quênia, Tess se envolve em investigações sobre a ação de grandes grupos farmacêuticos que estariam se valendo da miserável população local como cobaias para seus testes. Depois da suspeita morte da esposa, Justin se embrenha em uma jornada pela busca de respostas que o levará a um mar de sujeira velada da indústria de medicamentos, assim como a uma redescoberta de sua amada e de si próprio. Apoiado em bem estruturado tripé formado por drama, thriller e denúncia, “O Jardineiro Fiel” é um filme de qualidade inquestionável, quer se pense em seu caráter puramente cinematográfico, quer se pense em seu poder denunciativo."

6) A grande virada (2010) - "dirigido por John Wells e protagonizado por Ben Affleck, Kevin Costner e Tommy Lee Jones.  "Afetados pela crise financeira, num ambiente de demissões e fechamento de empresas que abala a classe média norte-americana, é possível ver como o mercado financeiro, muitas vezes imaginado “virtual”, está bastante interligado com a produção real. Os empregos e a produção são afetados pela falta de reação dos “papéis” na Bolsa de Valores. A história mostra os executivos tentando driblar o clima de terror que se instaura no mercado, com ameaça de colapso financeiro."

7) Edukators (2003) -"aborda a crueldade e as contradições do sistema capitalista. A obra critica duramente o sistema econômico, ao mostrar um grupo de jovens que invade casas desocupadas durante a madrugada para deixar mensagens contra o capitalismo. Junta-se ao grupo uma jovem cuja dívida tornou-se impagável, devido às taxas de juros; e que, por isso, foi à falência pessoal de forma irremediável. A história desenvolve-se de um modo inesperado para os jovens, que acabam sequestrando um empresário. O filme tem diálogos fortes e um final surpreendente. Questiona, de forma dura e sensível, os valores do sistema capitalista. Indaga: que tipo de sociedade poderíamos construir, sob uma lógica diferente?"

8) Inside job (trabalho interno) (2010) - Direção de Charles H. Ferguson. "Através de uma pesquisa extensiva e entrevistas com economistas, políticos e jornalistas, "Inside Job - A Verdade da Crise", mostra-nos as relações corruptas existentes entre as várias partes da sociedade. Narrado pelo actor Matt Damon e realizado por Charles Fergunson, este é o primeiro filme que expõe a verdade acerca da crise económica de 2008. A catástrofe, que custou mais de $20 triliões, fez com que milhões de pessoas tenham perdido as suas casas e empregos." 

9) A grande aposta (2015) - "Em 2008, o guru de Wall Street Michael Burry percebe que uma série de empréstimos feitos para o mercado imobiliário está em risco de inadimplência. Ele decide então apostar contra o mercado investindo mais de um bilhão de dólares dos seus investidores. Suas ações atraem a atenção do corretor Jared Vennet que percebe a oportunidade e passa a oferecê-la a seus clientes. Juntos, esses homens fazem uma fortuna tirando proveito do colapso econômico americano." / Direção: Adam McKay

10) O capital (2012)

"Filme de 2012 de Costa-Gravas.  "O capital, adaptado para o cinema pelo cineasta Costa-Gavras  mostra o protagonista, o banqueiro Marc Tourneil interpretado pelo ator franco-marroquino, excelente, Gad Elmaleh, virando-se para a plateia e exclamando, cìnicamente, durante uma reunião com ávidos acionistas: ”Continuaremos tirando dos pobres para dar aos ricos neste jogo, meus senhores. Até que tudo isto exploda!” Trata-se de fina trama sobre a vida da elite e sua podridão, sobre a expropriação ilimitada da “poupança popular”, sobre as fraudes do mundo financeiro, a total corrupção e toda e qualquer especie de falcatruas, que esta mesma elite, via de regra, não considera nada mais que os ossos de seu oficio, como fica bem entendido em inúmeras passagens do filme. O diretor é meticuloso ao nos apresentar isso da perspectiva da própria elite, em silêncio, no realismo das cenas e da cinematografia."

11) "As invasões bárbaras" (filme canadense) - "Não restam dúvidas de que "As Invasões Bárbaras" (2003) -  filme candadense - representa a produção de maior sucesso de público e crítica do diretor e roteirista canadense Denys Arcand. Prova disso são os vários prêmios que esta obra-prima cinematográfica obteve, incluindo o de melhor atriz (para Marie-Josée Croze) e melhor roteiro no Festival de Cannes e o Oscar de melhor filme estrangeiro em 2004. Envolvente, por articular um humor bastante refinado com todo o drama trazido pelo roteiro, este filme, que representa a seqüência de 'Le Déclin de l'empire américain'(1986), do mesmo diretor, promove o reencontro de grandes amigos, personagens principais do primeiro filme, companheiros de docência em uma universidade, que compartilham ideais e formas de pensar. Trata-se de uma obra cinematográfica extremamente sutil, de uma sensibilidade ímpar e que propicia as mais diversas reflexões..... O enredo de "As Invasões Bárbaras" se dá em torno de Rémy (Rémy Girard), um historiador, professor universitário em Montreal, que se encontra em fase terminal de um câncer, e de seu filho, Sébastien (Stéphane Rousseau), administrador de riscos financeiros em Londres que tenta a todo o tempo proporcionar ao pai um final de vida melhor, com menos sofrimento. A racionalidade de Sebastien, caracterizada por seu pai como “capitalista, ambiciosa e puritana” representa uma perspectiva pragmática, pouco apaixonada pela vida e bastante insensível com relação às questões mais amplas da sociedade como um todo. Por outro lado, os ideais e paradigmas de seu pai – que resistem às invasões – encontram dificuldades de se materializar na realidade atual, restando-lhe apenas a nostalgia, o pessimismo e o sarcasmo diante da nulidade de perspectivas que se apresentam. Neste quadro, a única coisa que se pode afirmar com relativa tranqüilidade é que a realidade em questão não se apresenta como algo claro e definitivo. Não se sabe qual será o resultado das invasões bárbaras..." (Fonte:  http://www.telacritica.org/AsInvasoes_revista03.htm )

09) "O monstro de mil cabeças"   -  Filme mexicano de 2015 "dirigido por Rodrigo Plá (Deserto Interior - 2008) é um filme direto que retrata o auge do desespero de uma mulher, que em busca de uma solução para que seu marido tenha tratamento médico adequado, toma uma atitude extrema. Acompanhamos esta história com ares de thriller com muita indignação e empatia, diante de um sistema de saúde precário que pouco valoriza o ser humano esse instinto de violência acaba por surgir, É um assunto urgente que é tratado com total crueza, ele é certeiro ao demonstrar todo o descaso, a burocracia e os artifícios usados pelas companhias de seguro no momento em que alguém necessita de ajuda. O marido de Sonia tem câncer e está em estado terminal, mas ela tem esperança e busca um tratamento adequado, então recorre ao seguro que a família paga a mais de 16 anos e pede auxílio, porém a empresa nega por conta de questões burocráticas. É uma saga atrás de médicos e papéis, encurralada e desesperada, pois o tempo não corre a seu favor toma uma decisão drástica junto de seu filho. Vai atrás dos responsáveis e os ameaça com uma arma."

Please reload